domingo, 4 de abril de 2010

O Funk

O Funk brasileiro faz muito sucesso por aqui, sua batida envolvente e letras um tanto quanto 'criativas'. É um estilo que nasceu de um estilo de funk que veio dos Estados Unidos e que teve uma leve modificação para o modo brasileiro de ser, no Brasil surgiu com letras que falavam de problemas em favelas, desigualdade social, criticas ao governo, coisas como o próprio rap ja tratava, etc.

No começo tiveram algumas desavenças entre funk e rap, porque aqueles que curtiam rap não gostavam dos funkeiros, pois diziam que era apenas uma cópia do rap com batida diferente...
O rap ao meu ver era uma ótima forma de expressar o que se sentia e o que se vivia no lugar onde você mora, como era a opressão, modo de agir, falar de policia, etc. Racionais Mc's é um grupo que falou muito bem disso e ainda fala, é um dos rap's mais escutados no Brasil, por ter letras fortes e realistas.

O funk quando veio surgindo tinha letras menos 'proibidas' como as de hoje. Com o Jonathan da Nova Geração, Dança da Motinha e Bonde do Tigrão, alguns estilos que ainda eram bem vistos na sociedade em geral, porém o tempo foi passando e o funk foi tomando um caminho diferente, com o chamado 'PROIBIDÃO', músicas que nasciam nas favelas, que falavam de facções criminosas, usavam termos, expressões muito fortes.

Hoje em dia o funk usa das mulheres como produto, enfatiza o uso de roupas caras, bebidas, drogas, sexo... O pior de tudo é que as mulheres escutam e não ligam, como se aceitassem serem idealizadas assim, pior ainda são as que cantam esse tipo de funk. Imaginem se tivessem seguido o Jonathan da NOVA GERAÇÃO, será que o funk teria tomado esse rumo? De montar uma sociedade para o jovem como uma sociedade capitalista, de um passando por cima do outro, de que você só é foda se tiver aquela roupa la?

Gosto de um tipo de música pelo conteúdo que a música traz, pelo verdadeiro valor, não estou criticando o funk, apenas o modelo que hoje ele tem e que é o que faz sucesso. Pense...

12 comentários:

  1. Funk pra mim é o antigão, o original como o do Tim Maia. Não essa porcaria de hoje que só insinua merd#. Música sem ritmo, sem letra, sem nada de bom.

    Abcs

    ResponderExcluir
  2. a música reflete o pensamento do povo que a fabrica. Então se o funk de hoje deixou de lado a denúncia dos problemas sociais para enfatizar a sexualidade e para incenticar a comunidade de consumo, não deve ser visto com tanto preconceito. Eu pessoalmente não ouço funk, mas consigo ver nele todo trabalho sociologico envolvido. Agora eles dizem como vêem as mulheres, como é sua realidade e seus anseios e desejos. Assim como os fuzis, as roupas de marca que eles tanto glorificam são a tradução do poder dentro das favelas.
    A grande teor de sexualidade embutido nas letras são a simbologia da banalização do sexo. Além de o crime está entrando nesse "ramo" e usando-a como instrumento de propagação das suas ideias. Mesmo que não se curta ouvir, eu acho que tudo tem o seu valor. Neste caso, o exame das letras dizem muito sobre o tipo de sociedade que eles vivem , como sempre..

    se quiser conhecer o meu blog será bem vindo
    http://coracaoonline.blogspot.com/

    ;)

    ResponderExcluir
  3. o funk brasileiro é uma droga que mancha de verdade o que ele sempre foi.

    fiz um post sobre uma banda de funk de verdade. dá um confere lá.

    abraço

    http://esteticamusical.blogspot.com/2010/03/o-mundo-e-um-gueto.html

    ResponderExcluir
  4. . nossa que legal oque tá escrito aê , o pior de tudo é que é verdade , curti primo gostei mt mt mt mt *0000* seu blogger é foda ';

    ResponderExcluir
  5. Tem todo o tipo de funk, né... enfim... ótimo post e parabéns pelo Blog, valeu!!

    ResponderExcluir
  6. Funk,é bom,mas alguns estragam !

    ResponderExcluir
  7. É nois mlk zica do baile!
    Nós só porta o kit..

    ResponderExcluir
  8. A música é uma expressão artística, faz parte da cultura de um determinado grupo ou sociedade. Quando esse grupo é marginalizado, fatalmente tudo que os caracteriza também o é. Com o funk não é diferente...

    Adubados®
    ..pois nem todo adubo é merda!

    http://adubados.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. falto o funk do COPIA e COLA ai mlq skopaopsakopsa

    ResponderExcluir
  10. e aí, Brunão. te recomendo a ouvir uma banda que eu postei recentemente.. o funk verdadeiro, o americano!

    http://esteticamusical.blogspot.com/search/label/War

    tá aqui.

    abraço

    ResponderExcluir
  11. James Brown não estaria nada orgulhoso.

    ResponderExcluir
  12. não curto muito funk =s
    ainda mais nos dias d hj eh pura putaria


    http://vagalnerdkawai.blogspot.com/

    ResponderExcluir